Páginas

domingo, 26 de julho de 2015

"Colonia flutuante" no Atlântico

Olá leitores,
Já ouviram falar de uma "Colonia flutuante"?
Pois em 2004, durante um cruzeiro do projeto MAR-Eco no Atlâmtico Norte, perto da dorsal medio-atlântico, um estranho animal de 210 centímetros de comprimento enrolou-se inadvertidamente no equipameto do navio. Tratava-se de um tunicado da espécie Pyrostremma Spinosum, um animal de aspeto flácido que já chegou a ser avistado com4 metros de comprimento noutros pontos do oceano.
"Estruturalmente, são cilindros ocos compostos por milhares de indivíduos, os zooides, amalgamados numa matriz gelatinosa", escreveu então o biólogo Marsh Youngbluth, do instituto Oceanografico Marbour Branch.
Nos últimos verões, ocorreu um segundo avistado perto dos Açores. No carneiro dos Meros, perto da ilha do corvo (a unica reserva marinha voluntaria portuguesa), o fotografo Nuno Sá captou este gigantesco animal flutuando, quase estático, a 3 metros do fundo marinho.
"Em varias décadas de carreira, só vi um espécime destas no cruzeiro MAR-Eco". diz Ricado Serrão Santos, do Departamento de Oceanografico e Pescas da Unniversidade dos Açores.
Bjs, Márcia Colaço.

Sem comentários:

Enviar um comentário